joanete no pé

Só quem sofre com joanete no pé sabe os incômodos que esse problema provoca. Definida como desvio do polegar ou do mindinho em direção aos dedos vizinhos, essa patologia causa a protuberância do osso na lateral do pé e desencadeia sintomas como inflamação, vermelhidão e muita dor.

Quando atinge o dedão, o joanete é chamado de hálux valgo, já quando ocorre no dedo mínimo, passa a ser conhecido como sastre. Mais comum nas mulheres, esse problema tem como principais causas o uso de sapatos apertados, como os de bico fino, e predisposições genéticas.

Seu joanete está incomodando muito? Descubra como evitar as dores neste post!

Escolha o tipo correto de calçado

O uso de calçados inadequados é uma das principais causas do desenvolvimento de joanete no pé. Assim, encontrar o modelo ideal é a primeira medida a ser tomada para evitar complicações e dores cada vez mais fortes.

Os calçados que apertam os seus pés nas laterais são completamente desaconselháveis nessas situações. Os de bico fino, que tem a ponta em formato de triângulo, são as piores opções, pois tornam o espaço destinado aos dedos extremamente apertado e estimula o avanço do joanete.

Além disso, o uso de salto alto também não é recomendado, porque esses sapatos fazem com que os pés escorreguem, aumentando a pressão sobre os dedos.

A escolha ideal, portanto, inclui os modelos mais largos, especialmente na frente, com bico quadrado ou arredondado e sem saltos exagerados, mas não completamente retos. Preze pelo conforto acima de tudo. Os calçados ortopédicos, especiais para patologias dos pés, também são ótimas opções.

Utilize protetores para o joanete

Para quem já desenvolveu um grau mais avançado do joanete, o uso de protetores na saliência óssea é uma das melhores maneiras de reduzir o desconforto. Produzidos em tecido ou gel, esse acessório envolve o joanete e evita o atrito com o calçado, reduzindo a incidência de feridas e machucados no local.

Considere a necessidade de consultar um médico

Consultar o médico é sempre importante, ainda mais se os joanetes estão afetando a sua rotina. Esse profissional poderá prescrever anti-inflamatórios e analgésicos adequados para amenizar e controlar seus sintomas.

Além disso, ele pode recomendar, ainda, a imobilização temporária do pé com talas, para evitar a pressão exercida sobre o dedão e o dedo mínimo e, assim, controlar o avanço da doença.

Aplique gelo no local

Fazer compressas de gelo sobre os joanetes é uma ótima maneira de aliviar as dores e a inflamação, principalmente depois de um dia inteiro de trabalho.

Ao chegar em casa e tirar os sapatos, aplique uma camada de gelo no local, com a proteção de um pano ou toalha — isso evita queimaduras nos seus pés. Você vai notar o alívio instantâneo das dores!

Gostou das nossas dicas? Então não deixe de segui-las corretamente! Assim, os sintomas do joanete no pé podem ser controlados, o que contribui de forma definitiva para a recuperação do seu bem-estar e qualidade de vida.

Agora, que tal ajudar seus amigos a cuidar dos joanetes? Compartilhe este post nas suas redes sociais!

Sandália Kenner do Marcelo

 

Decker Calçados
Decker Calçados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This